Pai de Bebê sequelado por demora de Parto entra na Justiça contra Maternidade e Plano. Agora Decepcionado Pedi sua Ajuda!!

          Pedro Lucas, conhecido como ” Pedrinho”, nasceu no ano de 2014. O médico deveria ter feito uma cesárea na mãe, mais infelizmente optou por um parto normal. Como consequência disso, ele quebrou a clavícula da criança, provocando falta de oxigênio cerebral, pela demora do parto.

       O caso repercutiu nos blogs da região, e os agravantes foram surgindo. O Hospital responsável  não tinha recursos, mesmo o parto sendo coberto por um dos planos de saúde mais conhecidos do mundo, o Plano de saúde AMIL INTERNACIONAL  que pagou ao médico o valor de 1.300 R$ do parto. Entre outras sequelas, a criança ficou paralisada para o resto da vida, não anda, não fala…   CONTINUAR LENDO A MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *